Previna-se do câncer de Mama


O HCRV é o único hospital do estado de Goiás a realizar o exame de mamografia digital para pacientes SUS. A tecnologia digital transforma a mamografia em um exame mais completo e eficiente na análise e diagnóstico dos pacientes, além de reduzir a exposição à radiação. Entenda melhor as diferenças:

Mamografia convencional


Com auxiolio de um filme, faz a exposição da mama ao raio-x. Em seguida, a imagem é armazenada nesse filme.

Mamografia Digital


O aparelho, neste caso, transforma o raio-x em sinal elétrico e envia as informações para um computador.
Com isso as imagens podem ser armazenadas e também recuperadas de maneira eletrônica. Permite que a radiologista ajuste as imagens como for necesário para o moelhor diagnóstico.

Na Fundação foram realizadas cerca de 11.690 mamografias no ano de 2017 e em média 8935 mamografias no ano de 2018.
Durante a campanha Outubro Rosa há uma intensificação na divulgação do exame de mamografia e sua importância, palestras são realizadas na fundação e também em empresas, convites são disparados pelas redes sociais, tv e rádios, para que possamos atingir um público ainda maior. Somente no período da campanha em 2017, foram realizadas cerca de 2300 mamografias, já em 2018 foram feitas 2177 mamografias durante a campanha Outubro Rosa.

A mamografia é o método mais usado para flagrar o câncer de mama. É um exame não invasivo que detecta a presença de tumores malignos, mas é sempre necessária uma biópsia para confirmar a suspeita.

A Sociedade Brasileira de Mastologia - (SBM) e a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia - (Febrasgo), orientam que as mulheres devem começar a fazer o exame a partir dos 40 anos. A prevenção é a melhor escolha.